Os sócios do projeto SOSTURMAC, sob supervisão do ITER, participaram durante os días 21 e 22 de Março em Tenerife em sessões de trabalho, visitas técnicas e um ato dirigido ao publico em geral, com o objetivo de coordinar o projeto e debatir sobre o elevado valor do patrimonio de suas regiões e a importancia da sua conservação.

O Instituto Tecnológico e de Energias Renovavéis (ITER) e a Agência Insular da Energia de Tenerife (AIET) coordenaram a celebração na ilha de Tenerife a II Reunião Transnacional do projeto SOSTURMAC os passados 21 e 22 de Março. No ato reuniram-se representantes dos sócios do projeto da região das Canárias (Instituto Tecnológico y de Energías Renovables – ITER; Fundación Centro Internacional para la Conservación del Patrimonio – CICOP; Agencia Insular de Energía de Tenerife – AIET) e de Cabo Verde (Direção Nacional de Meio Ambiente – DNA; Universidad de Cabo Verde – UNICV; Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento Agrário – INIDA; Câmara Municipal de São Filipe (Fogo) – CMSF; Parque Natural de Fogo – PNF).

A primeira das sessões de trabalho da II Reunião Transnacional foi realizada no dia 21 de Março nas instalações do ITER, para evaluar o estado da execução do projeto e planear em conjunto as futuras ações. Os técnicos expuseram as ferramentas e soportes de difusão SOSTURMAC criados e se realizaram recomendações para a correta difusão do projeto. Posteriormente, se realizaram diferentes reuniões setoriais em paralelo, de acordo com as atividades de execução do projeto. Seguidamente, todos os sócios participaram em uma visita técnica nas instalações do ITER e Casas Bioclimáticas ITER, um “living-lab” onde se podem verificar em uma escala real várias técnicas sustentáveis Zero CO2 aplicáveis no setor da construção e turismo. Esta urbanização é uma das referências tecnológicas do projeto, como exemplo na implementação de tecnologias de baixo nivel de carbono assim como por sua gestão como alojamento turistico Zero CO2.

Na tarde do día 21 de Março, a equipa do projeto organizou a Palestra-Colóquio “Património Arquitetónico e Natural de Tenerife e Cabo Verde” na Casa dos Capitães da Cidade de La Laguna (Bem de Interesse Cultural). Este evento gratuito e aberto ao público se organizou com o objetivo de fomentar o debate com os técnicos e expertos presentes sobre o valor do património de ambas as regiões e a importäncia da sua conservação. A apertura da Palestra-Colóquio foi realizada pela Sra. Dª Carmen Delia Herrera Priano (Responsável da Área de Ação Exterior do Cabildo de Tenerife), que destacou a importáncia deste projeto e do Programa MAC 2014-2020 para o desenvolvimento sustentável de Tenerife e Cabo Verdeassim como para o reforço dos laços institucionais entre estas regiões. Seguidamente, realizaram se as intervenções do Sr. D. Miguel Ángel Fernánez Matrán (Diretor Geral da Fundação Internacional para a Conservação do Património) – “Património cultural e arquitetónico de Tenerife e Cabo Verde”; do Sr. D. Alberto de Armas (Área de Sustentabilidade, Meio Ambiente e Segurança do Cabildo de Tenerife)  – “Conservação e interpretação do património e dos valores intangiveis”; e do Sr. D. Herculano de Andrade Dinis (Técnico do Parque Natural de Fogo) – “Património natural do Parque Natural de Fogo – Cabo Verde”. Para finalizar, se começou com as preguntas e debate entre os assistentes, nomeadamente, focou-se na importáncia e dificultade de combinar o desenvolvimento humano e sócio-económico dos espaços protegidos com um alto valor patrimonial natural, com sua gestão e conservação.

A jornada do dia 22 de março decorreu com a realização de visitas técnicas a sitios de interesse relacionados com o projeto, lugares de alto valor patrimonial e arquitetónico como natural: o Parque Nacional do Teide (Espaço protegido declarado Património da Humanidade), Centro de Visitantes Telesforo Bravo e a Cidade de San Cristóbal de La Laguna (Declarada Bem Cultural e Património da Humanidade).  A equipa do projeto contou com a colaboração do Diretor do Parque Nacional do Teide, Sr. Manuel Durbán e a sua equipa de guias do parque, assim como a presença do experto em Património Histórico e assesor da Câmara Municipal da Cidade de La Laguna, Sr. Juan Manuel Castañeda Contreras. No horário de tarde, realizou-se o encerramento da II Reunião Transnacional na sede do CICOP (Casa dos Capitães) onde se debateu as proximas ações e compromisos dos sócios do projeto.

A implementação de projectos como SOSTURMAC e a realização destas reuniões transnacionais incentivam o intercâmbio de ideias e permitem encontrar soluções para os problemas comuns, tendo em conta a semelhança entre dois territórios arquipelágicos como as Ilhas Canárias e Cabo Verde.